Plano de acção eEurope com novo contributo


Internet barata, rápida e mais segura, investir em mão-de-obra especializada e no acesso e estimular o uso da Internet. Estes são, em síntese, os três objectivos da contribuição da Comissão Europeia para o Plano de Acção eEurope, apresentada no dia 24 de Maio. A Comissão e os Estados Membros desenvolverão esforços para implementar esses objectivos, devendo o documento ser analisado pelos líderes europeus no final da Presidência Portuguesa, no Conselho Europeu de Santa Maria da Feira, a 19 e 20 de Junho.

A Comissão pretende dar um contributo decisivo para a remoção de obstáculos ao desenvolvimento de uma verdadeira economia digital no seio dos Quinze.

Quer, ainda, acelerar o enquadramento jurídico do sector, criar infraestruturas e serviços e promover a coordenação entre Estados Membros, devendo todos estes alicerces estar operacionais até 2002.

Entretanto, na mesma data, a Comissão aprovou uma proposta de programa multianual da União Europeia (2001-2005) com vista a estimular o desenvolvimento de uma indústria de conteúdos digitais europeus na Internet. Com esta iniciativa, a Comissão quer promover a diversidade linguística dos Quinze na Sociedade da Informação e diminuir o fosso que, neste campo, ainda separa a Europa dos Estados Unidos (a maior parte das páginas web são em inglês e, dos 100 sites mais visitados, 94 estão fisicamente localizados nos EUA). Este programa sucede aos anteriores INFO2000 e Multilingual Information Society - MLIS.