Novo Plano de Numeração introduzido no próximo domingo

O Novo Plano Nacional de Numeração (PNN) é introduzido às zero horas do próximo domingo, dia 31 de Outubro. No caso dos Açores, e devido à diferença horária, a introdução da nova numeração terá efeitos a partir das 23 horas locais. Todos os operadores de telecomunicações adoptarão, em simultâneo, o novo sistema de numeração.

Os números de telefone a utilizar a partir de domingo são, também, definitivos. Tal significa que eles terão de ser necessariamente marcados. Em caso contrário, as ligações telefónicas não serão completadas.

Ainda assim, a partir da madrugada de domingo entrarão em funcionamento mecanismos de despistagem das chamadas iniciadas segundo a numeração antiga. Esse serviço consiste na audição de uma mensagem gravada, alertando para as alterações.

Naturalmente, as linhas de informação colocadas à disposição pelo Instituto das Comunicações de Portugal (ICP) e pelos operadores manter-se-ão em funcionamento. Os operadores móveis disponibilizam ainda um serviço de conversão automática dos números gravados nos cartões SIM dos seus clientes.

Assim, os clientes de qualquer operador poderão informar-se junto do ICP, e designadamente aceder ao site que o Instituto possui na Internet, em http://www.icp.pt/numeracao/https://www.anacom.pt/render.jsp?categoryId=2109. Toda a informação sobre o novo Plano Nacional de Numeração está presente no referido endereço, incluindo um conversor automático para números de telefone.

Tudo leva a crer que introdução do novo plano ocorra sem problemas. Na rede fixa da Portugal Telecom é de esperar que a migração para a nova numeração ocorra sem interrupção do serviço. No entanto, não é de excluir a possibilidade de se verificarem dificuldades em casos esporádicos.

Na Optimus, a execução dos necessários procedimentos técnicos para a introdução do Plano de Numeração será breve, sendo possível a interrupção do serviço por poucos minutos.

Na Telecel, a brevidade é também um elemento-chave, sendo possível a interrupção do serviço por poucos minutos.

Na TMN, é de prever uma continuidade nas comunicações, na transição para o novo Plano Nacional de Numeração.

Em qualquer um dos casos, e depois de introduzida a nova numeração telefónica, é possível que a eficácia das redes possa ser afectada, em virtude de possíveis erros de marcação dos novos números ou da marcação repetida de números segundo o plano antigo pelos utilizadores.

Independentemente destes cenários, o encaminhamento das chamadas para o Número Nacional de Socorro, o 112, está assegurada. Para o efeito, as redes móveis terão a capacidade de encaminhar directamente as ligações de emergência. Todos os centros de atendimento do 112 do País estão já na posse de um ou mais telefones celulares de cada rede. Este procedimento foi testado no passado sábado com sucesso.

Paralelamente aos mecanismos de esclarecimento activados pelo ICP em Junho último, e que se manterão em funcionamento, os utilizadores são também aconselhados a dirigir-se aos operadores, que para o efeito disponibilizam um conjunto de facilidades de informação e apoio aos seus clientes. Eles são os seguintes:

Portugal Telecom:

  • 155: número gratuito de informação sobre o PNN, dirigido a clientes residenciais.
     
  • 0800 22 31 10 (800 22 31 10, a partir de 31 de Outubro): número gratuito sobre alterações no Serviço Fixo de Telefone, dirigido aos clientes empresariais.
     
  • Site do operador na Internet: http://www.portugal-telecom.pt/http://www.portugal-telecom.pt//

Optimus:

  • 155: número gratuito de informação sobre o PNN.
     
  • Envio de mensagens escritas a todos os clientes 0933 alertando para as alterações.
     
  • Disponibilização, nas lojas da operadora, de equipamentos que permitem a conversão automática dos números telefónicos gravados nos cartões SIM dos clientes do operador
     
  • Site do operador na Internet: http://www.optimus.pt/http://www.optimus.pt/Main

Telecel:

  • 155: número gratuito de informação sobre o PNN.
     
  • Envio de mensagens escritas a todos os clientes de cartões pré-pagos 0931, não identificados, alertando para as alterações, em complemento às acções de informação já realizadas por factura junto dos clientes identificados.
     
  • Campanha de informação no dia anterior à introdução do plano.
     
  • Disponibilização, nas lojas da operadora, de equipamentos que permitem a conversão automática dos números telefónicos gravados nos cartões SIM dos clientes do operador.
     
  • Site do operador na Internet: http://www.telecel.pt/http://www.vodafone.pt/main/

TMN:

  • 155: número gratuito de informação sobre o PNN.
     
  • Envio, a partir de sexta-feira, dia 29, de mensagens escritas a todos os clientes 0936, alertando para as alterações.
     
  • Audição, sempre que os utilizadores acedem ao serviço Voice Mail, de uma mensagem de alerta para as alterações.
     
  • Disponibilização, nas lojas da operadora, de equipamentos que permitem a conversão automática dos números telefónicos gravados nos cartões SIM dos clientes do operador.
     
  • Site do operador na Internet: http://www.tmn.pthttps://www.meo.pt/.

Para facilitar a marcação dos números aconselha-se ainda aos utilizadores que não se esqueçam de:

  • Alterar agendas, sejam elas em papel ou em formato electrónico (como, por exemplo, nas memórias dos telefones celulares).
     
  • Reprogramar as memórias dos faxes.
     
  • Contactar familiares e amigos, em Portugal ou no estrangeiro, alertando para as alterações, tendo em mente que os números são alterados em todo o território nacional. O número de acesso internacional a Portugal, o 351, mantém-se.
     
  • Reconfirmar, junto da empresa que lhe presta o serviço de alarme, no caso de usufruir desse serviço, se as necessárias alterações foram realizadas.

Chama-se também a atenção para o facto de não se verificarem alterações nas seguintes situações:

  • Nas ligações para o 112. O Número Nacional de Socorro mantém-se inalterado no novo Plano Nacional de Numeração.
     
  • Nos planos tarifários. Nenhuma alteração tarifária será imputada à nova numeração telefónica.
     
  • Nas ligações de Portugal para o estrangeiro. Elas mantêm-se sem qualquer alteração.

A estrutura do novo Plano Nacional de Numeração é de uma simplicidade evidente, desde que se tenha em conta os seguintes princípios:

  1. Os números de telefone passam a ter 9 algarismos. A partir de Domingo, se um número de telefone tiver mais ou menos de 9 algarismos estará errado. Uma das excepções são os números curtos, como o 112 (emergência) ou o 117 (protecção às florestas).
     
  2. Os indicativos passam a ser sempre marcados, esteja onde estiver. A rede ou a localização geográfica do chamador deixa de ser importante. Um dado número de telefone passa a ser sempre o mesmo, em qualquer situação.
     
  3. Os zeros que actualmente iniciam todos os indicativos desaparecem e são substituídos por outros algarismos, de 2 a 9. A excepção são as chamadas para o estrangeiro, que continuam a iniciar-se por 00.

Assim, de um modo simplificado, os números de telefone passam a iniciar-se com os seguintes algarismos:

NÚMERO INICIAL ALGARISMO
1 Números curtos (exemplo: 112)
2 Serviço Fixo de telefone
3 Livre
4 Livre
5 Reservado para eventual expansão
6 Serviços de Audiotexto, Comunicação de Dados, entre outros
7 Serviços de Redes Privativas de Voz, de Acesso Universal, entre outros
8 Serviços de números não geográficos, entre outros
9 Serviços Móveis

Novo Plano Nacional de Numeração
Exemplos

Serviço fixo de telefone:
- O total de algarismos a marcar é sempre 9
- Marca o número sempre da mesma forma, de onde quer que ligue
- O indicativo passa a fazer parte do número
- O 0 inicial é substituido pelo 2. Assim, todos os números do serviço fixo começam por 2
Antes de 31 de Outubro A partir de 31 de Outubro
Por exemplo:
Lisboa
(01) XXX XX XX
Porto
(02) XXX XX XX
P. Delgada
(096) XX XX XX
Funchal
(091) XX XX XX
Por exemplo:
Lisboa
21 XXX XX XX
Porto
22 XXX XX XX
P. Delgada
296 XX XX XX
Funchal
291 XX XX XX
Serviço móvel terrestre:
- O total de algarismos a marcar é 9
- Marca o número sempre da mesma forma, ainda que esteja a ligar para um telemóvel da mesma rede
- Sai o 0 inicial
- Sai o 3 a seguir ao 9

0931 XXX XX XX
0933 XXX XX XX
0936 XXX XX XX

91 XXX XX XX
93 XXX XX XX
96 XXX XX XX
Serviço de chamada de pessoas (bip, paging):
- Sai o 0 inicial
- Mantem-se o restante número

0941 XX XX XX
0943 XX XX XX
0946 XX XX XX

941 XX XX XX
943 XX XX XX
946 XX XX XX
Serviço de transmissão de dados (internet):
- O total de algarismos a marcar é sempre 9
- Sai o 0 inicial
- Acrescenta 3 zeros no fim do número
067 XX XX 67 XX XX 000
Outros serviços:
- O total de algarismos a marcar é sempre 9
- Sai o 0 inicial

0800 XX XX XX
0601 XX XX XX

800 XX XX XX
601 XX XX XX
Marcação do estrangeiro para Portugal:
Para o serviço fixo

- Entra o 2 a seguir ao código do país
Para o serviço móvel terrestre
- Sai o 3 a seguir ao 9

Lisboa
+351.1 XXX XX XX
Faro
+351.89 XX XX XX

+351.93X XXX XX XX

Lisboa
+351.21 XXX XX XX
Faro
+351.289 XX XX XX

+351.9X XXX XX XX
Chamadas Internacionais: A maneira de marcar de Portugal para o estrangeiro não se altera. Continua a marcar como sempre fez.
Números que se mantêm: Por exemplo o 112 (emergência) e o 117 (protecção à floresta)