Autarcas de Trás-os-Montes expressam preocupações junto da ANACOM

Os representantes dos municípios que integram a Comunidade Intermunicipal das Terras de Trás-os-Montes (CIM-TTM) reuniram ontem, dia 9 de outubro de 2018, com a ANACOM para expressar as suas preocupações em matéria de comunicações, eletrónicas e postais.

Na reunião com o Presidente da ANACOM, João Cadete de Matos, com o Vice-Presidente, João Miguel Coelho, com o responsável da ANACOM pela área postal, Agostinho Franco, e com Ilda Matos, assessora de imprensa, os dirigentes da CIM-TTM e os Presidentes e Vice-Presidentes de câmara presentes na reunião (Alfândega da Fé, Bragança, Macedo de Cavaleiros, Miranda do Douro, Vila Flor, Vimioso e Vinhais) alertaram para os graves prejuízos para as populações e a economia das regiões derivados do encerramento das estações de correios e consideram inaceitável a degradação da qualidade do serviço postal.

Chamaram a atenção para as dificuldades que persistem por parte das populações locais no acesso à televisão digital terrestre e disponibilizaram-se para colaborar com a ANACOM no diagnóstico da situação existente e na implementação de soluções.

A inexistência de acesso à Internet em várias localidades e a falta de cobertura de rede móvel em diversas freguesias e no eixo viário IC5 foram alguns dos outros temas apresentados à ANACOM. Foi enfatizada a importância da aprovação de regulamentação para assegurar a utilização de infraestruturas subterrâneas partilhadas na passagem dos cabos de telecomunicações e corrigir as situações de utilização de cabos aéreos quando aquelas soluções estão disponíveis ou podem ser implementadas. A gravidade da situação tem aumentado com a expansão das redes de fibra ótica e tem, na opinião dos responsáveis, um forte impacto a nível paisagístico e urbanístico. É contestado sobretudo o facto de os operadores privilegiarem a via aérea quando poderiam usar infraestrutura enterrada disponível nos respetivos municípios.

O desenvolvimento do roaming nacional foi considerado uma solução muito oportuna e que merece um claro apoio, já que poderá atenuar muitos dos problemas atualmente existentes ao nível da cobertura da rede móvel, não deixando de lamentar que nas zonas fronteiriças a única solução disponível quando o operador nacional não tem cobertura consiste na utilização da rede espanhola.

Reunião entre a ANACOM e autarcas de Trás-os-Montes, 09.10.2018

Representantes da ANACOM, dirigentes da CIM-TTM e Presidentes e Vice-Presidentes de câmara presentes na reunião