Serviço de acesso à Internet em local fixo 2018



Esta informação é propriedade de ANACOM

Esta informação é propriedade de ANACOM

Sumário executivo

76,3% das famílias dispunham de banda larga fixa

No final de 2018, a taxa de penetração dos clientes residenciais de BLF era de 76,3 clientes por 100 famílias clássicas. Cerca de 98,9% dos clientes do serviço de acesso à Internet em BLF tinham adquirido o serviço no âmbito de um pacote de serviços.

Número de acessos aumentou 5,9% no último ano impulsionado pela fibra ótica

Em 2018 o número de acessos de banda larga fixa cresceu 5,9% (+210 mil acessos), tendo atingido 3,8 milhões no final do ano. O aumento verificado ficou abaixo do ritmo médio de crescimento anual dos últimos 4 anos que foi de 7,3%.

A fibra ótica (FTTH) foi a principal forma de acesso à Internet em banda larga fixa (45,2% dos acessos), ascendendo a 1,7 milhões de acessos. O FTTH foi a forma de acesso que mais contribuiu para o crescimento do número de acessos. Nos últimos doze meses a fibra ótica aumentou 23,8% (+329 mil acessos).

O cabo e o ADSL representavam 31,2% e 16% dos acessos à Internet em banda larga fixa, respetivamente. O LTE em local fixo representou 7,5% do total de acessos.

Em 2018 intensificou-se a tendência de queda do número de acessos através de ADSL, tendo estes diminuído 19,1%.

Tráfego médio mensal de Internet atingiu os 107,1 GB por acesso fixo

O tráfego mensal por acesso fixo aumentou 40,7% face a 2017, tendo atingindo 107,1 GB, um novo máximo histórico.

A maioria dos subscritores de BLF dispunham de velocidades iguais ou superiores a 100 Mbps

Cerca de 79,7% dos utilizadores dispunham de acessos de, pelo menos, 30 Mbps e 71,6% utilizava acessos de velocidade igual ou superior a 100 Mbps.

Quotas dos prestadores

Nos mercados do serviço de acesso à Internet em banda larga fixa, estão presentes quatro entidades com quotas relevantes: a MEO (40%), o Grupo NOS (36,7%), a Vodafone (19,2%), que foi a entidade cuja quota mais cresceu em 2018, e o Grupo NOWO/Onitelecom (3,9%).

Penetração da banda larga fixa acima da média da UE28

Em julho de 2018, a penetração da BLF em Portugal (35,7 por 100 habitantes), encontrava-se 1 p.p. acima da média da UE28, tendo o crescimento da penetração em Portugal sido o sexto mais elevado registado na UE28.

Portugal foi o terceiro país com maior proporção de acessos iguais ou superiores a 100 Mbps (67,8%1 em julho de 2018, 71,6% no final de 2018).

Resumo gráfico: Serviço de acesso à Internet em local fixo - 2018.

Notas
nt_title
 
1 Estes valores são diferentes dos anteriormente apresentados, visto que, como referido, dizem respeito a julho de 2018. Estes valores devem ser apenas utilizados para efeitos de comparações internacionais.