Serviços Postais 2018


/ Atualizado em 07.08.2019

Esta informação é propriedade de ANACOM

Esta informação é propriedade de ANACOM

Sumário Executivo


Os serviços postais registaram, em 2018, uma redução de 5,9% do tráfego total e de 4,9% das receitas, pelo que a receita média por objeto aumentou 1%

Em 2018, o tráfego postal diminuiu 5,9%, atingindo 734 milhões de objetos. A redução do tráfego total deveu-se à diminuição do tráfego das correspondências, do correio editorial e da publicidade endereçada, a qual foi parcialmente compensada pelo aumento de 10,2% observado no tráfego de encomendas.

A capitação postal atingiu 71,3 objetos postais por habitante, tendo diminuído 4,5 objetos relativamente a 2017.

As receitas geradas pelos prestadores legalmente habilitados para a prestação de serviços postais totalizaram cerca de 626 milhões de euros, menos 4,9% do que em 2017. No entanto, as receitas de encomendas aumentaram 9,8%. A receita média por objeto aumentou 1% face ao ano anterior. Este aumento da receita média por objeto foi influenciado pelo aumento de preços promovido pelos CTT em 2 de abril de 2018 e pela alteração da estrutura do tráfego, designadamente o aumento do peso das encomendas, cujas receitas aumentaram 9,8%.

O serviço universal representou 82,6% total do tráfego e 63,2% das receitas

Do total de objetos distribuídos, 95,8% destinaram-se ao mercado nacional, enquanto os restantes 4,2% tiveram como destino outros países.

As correspondências representaram 78,7% do tráfego postal, enquanto o correio editorial e a publicidade endereçada representaram 7,2% e 8,1% respetivamente. O peso das encomendas no total do tráfego situou-se nos 6%.

Cerca de 82,6% do tráfego e 63,2% das receitas corresponderam a serviços postais compreendidos no âmbito do serviço universal (SU).

O grupo CTT foi responsável por 91% do tráfego

Em 2018, 92 entidades encontravam-se habilitadas a prestarem serviços postais. Entre as entidades habilitadas, 64 entidades prestaram efetivamente serviços fora do âmbito do SU, nomeadamente serviços de correio expresso, enquanto 13 prestadores registaram atividade no âmbito do SU.

O grupo CTT dispunha de uma quota de cerca de 91% do tráfego postal total, menos 1,4 pontos percentuais em relação ao ano anterior. Relativamente ao tráfego abrangido pelos limites do SU, o grupo CTT detinha uma quota de cerca de 97,4%.

Número de trabalhadores aumentou 3,2%

No final de 2018, existiram cerca de 14,6 mil trabalhadores afetos à exploração dos serviços postais. O número de trabalhadores aumentou 3,2% relativamente a 2017. A principal fonte de crescimento emprego no sector foram os prestadores alternativos.

O número de pontos de acesso à rede diminuiu 0,1%, com o número de estações de correio a reduzir 11,5%

Em 2018 o número de pontos de acesso diminuiu 0,1%, o número de centros de distribuição aumentou 4,2% e a frota de veículos aumentou 3,4%. Esta variação dos pontos de acesso ocorreu em simultâneo com a redução de 11,5% do número de estações de correio dos CTT.

Por outro lado, a partir de 2014 observou-se um aumento do número de marcos de correio, na sequência do cumprimento dos objetivos e regras de densidade postal aprovados pela ANACOM a 28 de agosto de 20141. No entanto, o número de marcos de correio diminuiu 0,2% em 2018.

Quanto aos outros meios materiais destaca-se a diminuição acentuada do número de máquinas automáticas de venda de selos (-29,7%).

A cobertura postal foi de 14,9 pontos de acesso por 100 quilómetros quadrados e a densidade postal atingiu 749 habitantes por ponto de acesso em 2018. 

Resumo gráfico - Serviços postais 2018.

Notas
nt_title
 
1 Ver Aprovação dos objetivos e regras de densidade da rede postal e de ofertas mínimas de serviços dos CTT e informação a disponibilizar pelos CTThttps://www.anacom.pt/render.jsp?contentId=1323392. Entretanto, em 15 de setembro de 2017 a ANACOM fixou os objetivos para vigorar até 30 de setembro de 2020 (ver Aprovados os objetivos de densidade da rede postal e de ofertas mínimas de serviçoshttps://www.anacom.pt/render.jsp?contentId=1417181).