ANACOM inaugura o novo centro de monitorização do Norte


Decorre a 24 de outubro de 2019, às 15h30, nas instalações da ANACOM no Porto, a inauguração do novo centro de monitorização e controlo do espectro (CMCE) do norte.

A implementação de novas abordagens na atividade desenvolvida pela ANACOM suscitou a necessidade de alterações nos espaços e mobiliário, assim como de novas soluções técnicas de equipamentos, pelo que a renovação deste centro, criado em 1995, procurou:

  • Reorganizar espaços e postos de trabalho.
  • Modernizar instalações e mobiliário técnico.
  • Implementar novas soluções técnicas.

As soluções hoje encontradas e implementadas neste centro de monitorização, nomeadamente com recurso a um sistema de visualização, composto por displays e videowalls, apresentam melhorias significativas em várias premissas, designadamente o ambiente térmico e acústico, o conforto visual, estético e táctil e ainda a possibilidade de partilha de informação técnica entre sistemas de monitorização e equipas no exterior e/ou outros centros de monitorização.

Assim, o novo CMCE proporciona:

  • Melhor utilização de área disponível.
  • Flexibilidade alargada, tendo em vista as variações necessárias com o desenvolvimento tecnológico.
  • Ambiente favorável para o trabalho desenvolvido em regime de turnos, 24 horas por dia.
  • Redução de fadiga dos colaboradores no desempenho das suas tarefas.

Em termos operacionais, as alterações implementadas, que se estenderão aos restantes três centros (Ponta Delgada, Barcarena e Funchal), criam condições para a continuação do desenvolvimento de soluções de engenharia adotadas ao longo dos anos, que têm contribuído, decisivamente, para o sucesso na implementação sucessiva de novas tecnologias.

Estas soluções de engenharia são igualmente fundamentais para que as radiocomunicações se processem sem interferências, em especial as que estão relacionadas com operações de busca e salvamento, serviços de emergência e de segurança, redes do Estado, utilização de estações em eventos e ainda os serviços disponibilizados à população em geral, como as comunicações móveis e a televisão digital terrestre (TDT).

Com este investimento, a ANACOM adotou as mais modernas tecnologias criando condições que garantirão mais e diferentes valências de supervisão, monitorização e controlo remoto do espectro e de outras atividades associadas à função de supervisão prosseguida por esta Autoridade.

A inauguração do CMCE do Porto será precedida por uma cerimónia para assinatura de protocolos, no âmbito da TDT, com câmaras municipais da região norte do país.


Consulte: