ANACOM reúne com autarcas de Tabuaço para debater qualidade das comunicações


A ANACOM esteve no dia 17 de maio de 2022 numa sessão com os autarcas de Tabuaço, para apresentar os resultados de um estudo sobre a qualidade de serviço das redes móveishttps://www.anacom.pt/render.jsp?contentId=1721853 da MEO, NOS e Vodafone realizado no concelho. O estudo, efetuado na ótica da experiência do utilizador, revela que a Vodafone tem a melhor cobertura de sinal e a melhor acessibilidade ao serviço de dados. A NOS tem o melhor desempenho no serviço de voz. Na sessão, estiveram presentes o Presidente da Câmara de Tabuaço, Carlos Carvalho, o Presidente da Assembleia Municipal, Leandro Macedo, e os Presidentes das 13 juntas de freguesias.

Além da apresentação do estudo sobre o qual tiveram oportunidade de se pronunciar, os autarcas relataram também as dificuldades com que se debatem as respetivas populações. A importância de dispor de boas comunicações, eletrónicas e postais, a disciplina em matéria de cabos nas fachadas, o SIRESP, as mudanças que se perspetivam com a introdução do 5G, o roaming nacional, o coinvestimento, o lançamento do concurso para cobrir as zonas brancas com fibra ótica, foram outros dos temas tratados, bem como os preços elevados existentes em Portugal e a relevância de alterar as regras sobre contratos com fidelizações.

Na reunião, a ANACOM esteve representada pelo Presidente, João Cadete de Matos, e pelos Diretores Luis Roque Pedro e Ilda Matos.

Apresentação dos resultados do estudo de qualidade de serviço em Tabuaço

No que respeita ao estudo de qualidade de serviço em Tabuaço, o trabalho de campo decorreu a 10 e 11 de março de 2022. No total foram percorridos cerca de 164 quilómetros e realizadas 519 chamadas de voz, 132 testes de velocidade de ligação à Internet e mais de 21 mil registos de sinal rádio.

Neste estudo foram analisados os principais indicadores de qualidade, tendo em conta a perspetiva do utilizador e os serviços objeto de estudo:

  • cobertura das redes – disponibilidade das redes radioelétricas 2G, 3G e 4G (sinal de rede);
  • serviço de voz – acessibilidade do serviço telefónico móvel;
  • serviços de dados – acesso ao serviço de Internet móvel.

Principais resultados dos testes realizados pela ANACOM

Os resultados mostram que:

  • Do total de medidas efetuadas por cada operador, registou-se a indicação de rede existente em 99,4% de medições da Vodafone, 99,1% da NOS e 94,8% da MEO;
  • A qualidade da cobertura radioelétrica dos sistemas de comunicações móveis foi classificada em 6 níveis: “Inexistente”, "Muito Má”, “Má”, “Aceitável”, Boa” e “Muito Boa”, em função do nível de sinal recebido no dispositivo móvel. Agregando os registos de qualidade “Inexistente”, "Muito Má” e “Má”; estes perfazem um total de 12,1% na Vodafone, 30,5% na MEO e 22,2% na NOS;
  • No serviço de voz, os desempenhos apresentam resultados quanto à acessibilidade (estabelecimento de chamada) foram de 98,3% para a NOS, 97,1% para a Vodafone e de 90,8% para a MEO. Assim, em termos globais, do total de tentativas de chamada de voz resultaram em 4,6% de chamadas falhadas no seu estabelecimento e 4,2% de chamadas com quebra durante a conversação;
  • No serviço de dados (banda larga móvel), os resultados revelam que 79,5% dos testes foram concluídos com sucesso. Identificaram-se algumas falhas em zonas de pior nível de sinal, promovendo baixas velocidades de transferência de dados. As taxas de sucesso de testes NET.medehttps://netmede.pt/ (testes iniciados e concluídos) foram de 93,2% Vodafone, 81,8% para a NOS e 63,6% MEO;
  • As velocidades médias de transferência de dados em Download e Upload foram, respetivamente, de 23 e 8 Mbps na MEO, 19 e 5 Mbps na NOS e, 26 e 13 Mbps na VODAFONE, sendo de destacar a existência de grande variação dos valores observados, fortemente dependente dos locais onde foram realizados os testes. Quanto à latência verificaram-se valores entre os 30 e 60 ms em 85,4% dos testes da NOS, 83,8% da MEO e em 79,1% dos testes da Vodafone.

Na figura seguinte é indicada a classificação do desempenho dos operadores para cada serviço:

Na figura é indicada a classificação do desempenho dos operadores para cada serviço.

Caso já existissem acordos de roaming nacional em Portugal (permitindo que os clientes de qualquer um dos operadores se pudesse conectar à antena de outro operador quando a qualidade de sinal do seu operador não fosse aceitável), teríamos uma cobertura agregada de mais qualidade no Município de Tabuaço, como é evidenciado na figura abaixo.

Cobertura móvel agregada - contribuição de todos os operadores caso existisse roaming nacional

Cobertura móvel agregada - contribuição de todos os operadores caso existisse roaming nacional

Momento da reunião com os autarcas de Tabuaço

Os autarcas de Tabuaço fizeram questão de participar na sessão com a ANACOM.